teclabs-logo

HiTech Closing Session 2019

9 Julho, 2019

Já é longa a relação de parceria que temos com o HiTech, programa de aceleração anteriormente designado COHiTEC, que é agora anualmente organizado pela associação HiSeedTech, criada em 2017. O objetivo deste programa é apoiar investigadores a adquirir conhecimentos nas áreas de transferência e comercialização de tecnologia e empreendedorismo, e tem tido muito sucesso a fazê-lo.

Este ano a Closing Session do HiTech decorreu na Nova School of Business and Economics, em Carcavelos, e contou com a apresentação final dos 9 projetos que participaram ao longo de quatro meses neste programa. A diversidade e qualidade dos projetos foi notória, tendo os mesmos apresentado soluções tecnológicas em áreas tão diversas como a saúde, gestão de recursos hídricos, alimentação animal, entre outros.

Ciências tem já um longo histórico de participação neste programa e este ano não foi exceção, sendo que a investigadora Ana Viana, do Centro de Química e Bioquímica, integrou uma das equipas que liderou o projeto Nitrogen Sensing Solutions: Healthy Fish for Human Consumption.

Ana Viana partilhou connosco um pouco da sua experiência de participação neste programa: “Por convite de uma colega, Gabriela Almeida (Egas Moniz e UCIBIO-NOVA) que tinha desenvolvido uma tecnologia na minha área de investigação, biossensores electroquímcos, aceitei a aventura de concorrer ao programa Hitech. A equipa “Nitrogen Sensing Solutions” completou-se com a participação da Anjos Macedo (UCIBIO-NOVA) e também de três estudantes da NOVA SBE. Eu sabia que seria um desafio imenso para alguém que faz investigação fundamental há cerca de 20 anos, e que era um programa bastante trabalhoso, como me foi sendo testemunhado por vários colegas que participaram em edições anteriores. Posso dizer que me entreguei de corpo e alma, e que o retorno foi muito maior do que alguma vez esperei. A procura de um mercado (e do valor deste!) para uma tecnologia que fomos conhecendo cada vez melhor e de uma outra perspetiva, e a adaptação de um potencial produto às verdadeiras necessidades do mercado, através de longas conversas com potenciais clientes, foi uma experiência muito estimulante. Acabámos por contactar com o mercado da aquacultura, do qual não sabiamos absolutamente nada! O programa vai nos fornecendo as ferramentas e o apoio necessário (um obrigado à Cristina Simões e ao Pedro Vilarinho!) para que em apenas quatro meses consigamos vislumbrar um paradigma totalmente diferente para as nossas inovações científicas. Não tenho certezas quanto ao futuro, mas neste momento estamos abertas para a possibilidade de continuar a explorar o potencial desta aventura!

Parabéns a todas as equipas participantes no programa pelo excelente trabalho desenvolvido e à organização do programa por uma excelente edição que organizaram!

Créditos: Fotografia gentilmente cedida pela HiSeedTech

Partilha:
Facebook Twitter LinkedIn
Edit Edit with Visual Composer