teclabs-logo

DART presente no Pan-European Hackathon

27 Maio, 2020

No último fim-de-semana de Abril (25-26), milhares de participantes juntaram-se num grande evento – #EUvsVirus Pan-European Hackathon – para pensarem soluções face aos desafios lançados pela pandemia COVID-19, uma iniciativa organizada pela Comissão Europeia e liderada pelo Conselho Europeu para a Inovação.

Patrícia Carvalho, co-fundadora da nossa incubada Dart Diagnostics, participou como mentora na área de Health&Life. Cada mentor trabalhou com cerca de 5-10 equipas, mas também como Skill Mentor (disponível para contactos de todas as equipas para dúvidas desta área em específico).

 

 

Equipas já formadas, ou que encontraram na altura do evento, começaram a trabalhar nas suas soluções. Os mentores tinham a tarefa de responder a mensagens e a chamadas pontuais e também de combinar com as suas equipas os checkpoints oficias para garantir que no final cada projeto entregavam um pitch de 2 minutos e uma descrição do projeto. No final desta maratona mais de 2000 soluções foram submetidas na plataforma Devpost, e que podem ser consultadas por qualquer um.

Fica aqui o testemunho da Patrícia Carvalho: “Tudo isto se passou num turbulento ambiente de Slack onde não paravam de chover mensagens – um total de 39 canais com milhares de participantes cada, excluíndo os canais das equipas mentoradas e as mensagens em privado.

Terminada a azáfama do fim de semana, pensava eu que iria começar uma semana “normal” de trabalho quando recebo também o convite para Member of the Jury. Nesta fase posterior, e seguindo as orientações e documentação que nos foi dada, cada membro do Juri avaliou no mínimo 30 projetos em diversos parâmetros e critérios. No final, 117 equipas foram selecionadas para passar à próxima fase, o “Matchthon” onde será feita a correspondência entre estas equipas finalistas e empresas e organizações que lhes possam dar suporte. Uma delas mentorada por mim com um projeto na área dos testes rápidos mas avaliada, evidentemente, de forma independente.

No final, fica a experiência de um verdadeiro esforço colectivo de “tratar” esta pandemia, um evento que foi capaz de agregar nesta causa investigadores, empresas, programadores, designers, políticos, comunicadores, e no fundo, todos eles membros de uma comunidade global.”

Ficamos orgulhos da Patrícia e da Dart!

Partilha:
Facebook Twitter LinkedIn
Edit Edit with Visual Composer